A experiência de conhecer um ashram

Introdução:

Todos os envolvidos nesta prática espiritual estão tão encantados pela experiência, que desejam compartilhar desta felicidade com quem puderem. Não é de se espantar, afinal é tão difícil encontrar algo genuinamente especial, que traga uma satisfação realmente preenchedora nos tempos atuais. Na tentativa de dividir esta vivência e contar como é a rotina de um templo, ou de um centro, e o que motiva as pessoas que dedicam sua vida nestas atividades, lembramos de um post feito por uma devota muito querida de Soquel–EUA Vrinda Devi Dasi.  Venezuelana, ela morou muitos anos na Índia, servindo ao templo principal e há cinco anos vive nos Estados Unidos servindo um dos mais antigos ashrams (templo) ocidentais.

Apesar dela descrever as atividades do lindo templo em que vive, na Califórnia, esta realidade é vivida em todos os templos com devotos dedicados diariamente, inclusive no Brasil. Então, sugerimos que você viaje nas doces palavras da Vrinda e quem sabe agende sua visita ao Ashram de Soquel ou um do Brasil.

Seja como for:

“Por favor, Venha nos conhecer!”

Vrinda Devi Dasi

Por Vrinda Devi Dasi – Soquel EUA.

Estes dias ouvimos palavras como ashram, kirtan, bhakti, e yoga usadas muito fácil e livremente. Discernir o que é o quê pode não ser tão fácil,  já que tudo soa como uma gota mística vinda da longínqua Índia, alguns de nós podemos sentir que falta substância. Uma vez Maurice Sendak, autor de Where The Wild Things Are, disse: “Deve haver algo mais na vida do que possuir tudo.” Sim, e por isso estamos a procura de onde encontrar mais alguma coisa, algum néctar ou pequeno vislumbre de transcendência. Esta busca é provavelmente o que traz leitores como você a esta introdução à Consciência de Krishna.

Sripad Jai Balai Prabhu Numa aula recente Sripad Jai Balai Prabhu estava dizendo que os devotos são os exemplos perfeitos da Consciência de Krishna. Portanto, se você quer saber qual é a natureza da fé é ou se alguma parte de você está à procura de algo profundo e significativo, a melhor maneira de proceder é realmente simples– vir conhecer os vaishnavas, os devotos de Krishna, e ver o que a fé é realmente.No Bhagavad-gita, Krishna diz que é muito raro encontrar um de seus devotos entre milhares de pessoas:

manusyanam sahasreru kaschid yatati siddhaye

 yatatam api siddhanam, Kaschin mam Vetti tattvatah

                                                                                                                     (Srimad Bhagavad-gita: 7.3)

“Entre incontáveis almas, poucas alcançam a forma humana; entre milhares de seres humanos, poucos tentam compreender a alma e a Superalma; e entre milhares que obtiveram tal compreensão, dificilmente uma pode conhecer efetivamente a Mim, Syamasundara.”

Com os devotos aprendemos como as almas totalmente realizadas se comportam, o que comem, como eles falam e como eles interagem com o ambiente. Já que a beleza da consciência de Krishna é melhor transmitida de coração a coração, a melhor maneira de aprender sobre a prática da Consciência de Krishna é conhecer os devotos pessoalmente.

O que você pode esperar quando vier nos conhecer?

Srila Govinda Maharaj O Seva Ashram foi fundado pelo desejo de nosso mestre espiritual, Srila Bhakti Sundar Govinda Dev-Goswami Maharaj. Ele vem de uma linhagem de Gurus fidedignos, e sob sua auspiciosa orientação muitos templos foram abertos em todo o mundo, como os ramos de uma árvore que brota de Nabadwip, Índia, para oferecer abrigo para os buscadores sinceros.

Nossa prática devocional no ashram tem muitas expressões. Existe um programa que consiste em Kirtan, o canto de canções devocionais, aulas sobre escrituras sagradas como Chaitanya-caritamrita e Bhagavad-gita, e depois é servida a prasadam, que é o alimento que foi cozinhado e se ofereceu para Sri Sri Guru Gauranga-Gandharvika-Giridhari, e depois distribuído para os devotos.

Como praticantes da consciência de Krishna, tentamos participar de todos os processos devocionais. Isto significa que, quando você vier visitar, o que você vai encontrar é que as pessoas que vivem no ashram e as pessoas que vêm para praticar são todas envolvidas em diversos tipos de seva ou serviço. Há devotos envolvidos na limpeza, em cozinhar, amarrar as flores em guirlandas, e na manutenção geral do imóvel. Desta forma, qualquer que seja a nossa inclinação, ou a nossa capacidade, todos podem manter alguma ligação ao serviço, mesmo dando doações que ajudam a manter o ashram.

 Serviço é a nossa vida

No livro Sri Prapanna-Jivanamritam, Srila Sridhar Maharaj afirma: “O plano normal, saudável e feliz é na vida de dedicação. Sem explorar ou emprestar qualquer coisa do meio ambiente, e sem pretender renunciar a ele artificialmente, aquele que é sincero em dedicar-se, naturalmente entra em contato com um plano mais sutil da vida. ”

Sripad Dhruva Prabhu  playing the mrdanga

Assim, podemos entender que o melhor ponto da nossa prática é o serviço, é o que mantém e desenvolve a nossa fé, e é como nos mantemos conectados ao Centro. Temos ouvido de nossos guardiões espirituais que quando entramos em contato com algo bonito não podemos deixar de tentar serví-lo. Desta forma toda a nossa filosofia pode praticamente ser traduzida em serviço.

Por favor, venha conhecer-nos e veja por si mesmo que o nosso Seva Ashram tem muito a oferecer!

Texto original em inglês.