Meditação

“Por meio da introspecção, a alma obterá a concepção de um tipo superior de região.” (Srila Sridhar Maharaj)

A meditação é conhecida no Ocidente por sua capacidade de acalmar e trazer paz e serenidade. Existem várias técnicas de meditação, sendo uma das mais conhecidas a que tenta controlar a mente, com o exercício de esvaziar os pensamentos. Esta técnica leva seu praticante a um processo de renúncia.

Na linha de bhakti-yoga, a meditação tem um papel importante de ligar a mente à uma consciência mais refinada e elevada. Dessa forma, ao invés de se esvaziar, o praticante tenta adicionar um novo foco de consciência: através da autodedicacão, ele tenta satisfazer um centro maior: os Santos Nomes.

Assim, a meditação acontece com mantras—sons transcendentais que possuem grande poder. Eles têm a capacidade de purificar quem os canta trazendo muito mais do que paz e felicidade—uma autorrealização.

Os mestres da linha Sri Chaitanya Saraswat Math recomendam dois processos iniciais de meditação.

meditacaoA primeira é a meditação individual com o mantra. As pessoas que seguem os mestres desta escola recebem uma iniciação, na qual escolhem seu mestre espiritual e simultaneamente são por ele escolhidos como seus alunos. Nesta transação afetuosa, o mestre apresenta o mahāmantra ao discípulo. Neste momento, este mantra passa a ter uma potência diferente para o estudante que recebe também uma japa-mālā—um rosário—para este processo de meditação individual diária. Esta prática tem como benefícios a purificação do coração e um primeiro contato com o processo de dedicação, uma vez que o cantar dos mantras também satisfaz o desejo e o pedido do mestre espiritual.

srilagurudevinitiation

“O cantar dos Santos Nomes é capaz de limpar o espelho do coração.”
(Śrī Śikṣāṣṭakam)

O segundo é considerado um dos mais importantes processos espirituais desta era: o Hari-nām-saṅkīrtan—o canto congregacional do mahāmantra. Quando o mahāmantra é cantado em grupo ele é extremamente contagiante e amplificado em sua potência.

No Śrī Chaitanya Sāraswat Maṭh, o Hari-nām-saṅkīrtan acontece tal como quando foi inaugurado há mais de 500 anos por Śrīman Mahāprabhu—conhecido como o Avatār Dourado—com instrumentos indianos de sua época, mrdangas e kartals. Seus participantes cantam e dançam o mahāmantra, além de canções espirituais que falam de processos e práticas espirituais. Este é o dharma desta era, isto é, o melhor processo espiritual para este período.

Ainda que as canções sejam escritas em sânscrito ou bengali, esta meditação coletiva é uma experiência cativante para seus participantes, meio ambiente e pessoas que têm contato com o grupo.

Este processo também se dá através do estudo de escrituras sagradas que falam sobre os Nomes, Formas, Qualidades e Passatempos de Sri Krsna.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s