A GLÓRIA DE LALITA DEVI

 

cropped-Srila-Govinda-Maharaj

A posição da mais querida de Sri Rupa e de Sri Radha.

Por Srila Bhakti Sundar Govinda Dev-Goswami Maharaj

Hoje é Sri Lalita Saptami. É um dia extremamente adorável e misericordioso para as almas condicionadas porque somente a misericórdia de Lalita Devi pode dar-lhes serviço a Radharani e Krishna, o Casal Divino. Conhecemos a posição de Lalita Devi através de Srila Rupa Goswami Prabhu e dos outros goswamis. Ela é a suprema serva e seu serviço é mais valioso do que o serviço a Radharani e Krishna. Ela é muito rigorosa quanto ao serviço de Radha e Krishna. Ela não pode tolerar até mesmo pequenas falhas, mas ela também é muito misericordiosa com os buscadores sinceros que são praticantes júniores.

As oito principais sakhis de Radha e Krishna estão todas sob a orientação de Lalita Devi. É intrigante para nós que um servo possa dizer a seu mestre: “Sente-se. Não interfira no meu serviço”, mas Lalita Devi, e apenas Lalita Devi, tem o direito de falar assim. Srila Rupa Goswami compôs um poema para Lalita Devi:

rādhā-mukunda-pada-sambhava-gharma-bindu-
nirmañchanopakaraṇī-kṛta-deha-lakṣām
uttuṅga-sauhṛda-viśeṣa-vaśāt pragalbhāṁ
devīṁ guṇaiḥ sulalitāṁ lalitāṁ namāmi
(Śrī Lalitāṣṭakam: 1)

Guṇaiḥ sulalitāṁ: ela tem todas as variedades de doces qualidades e seu serviço é incomparável. Ela é muito misericordiosa com todos, mas sabe servir melhor que ninguém. Rādhā-mukunda-pada-sambhava-gharma-bindu-nirmañchanopakaraṇī-kṛta-deha-lakṣām: se ela vir alguma deficiência ou perturbação no serviço que está sendo oferecido a Radha e Govinda, ela fica muito furiosa e deseja ter milhares de corpos para remover a infelicidade de Radha e Govinda. Naturalmente, quando Radharani e Krishna brincam, o suor aparece em Seus pés de lótus, e às vezes Eles começam a sentir um pouco de fadiga. Para remover esse suor, Lalita Devi deseja ter milhares e milhares de corpos.

Uttuṅga-sauhṛda-viśeṣa-vaśāt pragalbhāṁ: às vezes ela repreende Radharani, e às vezes ela repreende Sri Krishna. Mas sempre para a satisfação Deles, para o serviço, felicidade e alegria Deles. Ela não tem outra intenção.

Existem muitos grupos de sakhis. Lalita, Visakha, Chitra, Champakalata, Tungavidya, Indulekha, Sudevi e Ranga Devi são as oito principais sakhis, e cada uma delas tem grupos de sakhis, mas Lalita Devi é a líder de todas elas.

Para servir Krishna, Radharani às vezes mostra vama-bhava, isto é, às vezes ela fica zangada ou se opõe fortemente a Krishna. Às vezes os outros acham isso muito intragável de se ver, mas Lalita Devi sempre quer harmonizar e, se necessário, ela critica Radharani, ou repreende Sri Krishna. Sua posição, natureza e humor são assim. Sabemos que cem por cento é o máximo em cálculo matemático, mas Lalita Devi é duzentos por cento dedicada.

Em última análise, o serviço é feito por Rupa Goswami Prabhu sob a ordem de Lalita Devi a Radha e Krishna no Radha Kunda, Syam Kunda, no Rasa Sthali e em outros lugares. Rupa Goswami Prabhu é um servo muito próximo de Lalita Devi, mas pela idade ele é júnior a ela. Sri Rupa é muito, muito querida por Lalita Devi, e ela não conhece nada além de Lalita Devi. Sem o consentimento de Lalita Devi, ela não faz nenhum serviço a Radharani. Nós podemos entender a castidade através da canção de Narottam Thakur:

sri-rupa-manjari-pada sei mora sampada
sei mora bhajana-pujana
(Prarthana: 16.1)

[“Os pés de lótus de Sri Rupa Manjari são minha fortuna. Eles são meu serviço e minha adoração.”]

Essa é a principal, mais honrada canção da Gaudiya-Vaisnava sampradaya, e é muito querida pelos devotos porque cada devoto quer servir Lalita Devi sob a orientação de Rupa Goswami e ser engajado por Lalita Devi no serviço a Radharani. Nosso Srila Bhakti Siddhanta Saraswati Thakur sempre segue a linha de Rupa Goswami. Nossa meta é a ordem e satisfação de Rupa Goswami ao prestarmos serviço exclusivo a Radha e Krishna, com o pleno consentimento de Lalita Devi. Essa é a nossa linha.

Srila Das Goswami era exclusivamente apegado a Lalita Devi e Rupa Goswami. Ele escreveu muitos versos glorificando-os. Uma vez o servo de Srila Das Goswami passou por Sakhi Sthali, que é a aldeia de Chandravali, a concorrente de Radharani. Lá ele pegou um pouco de soro de leite em uma folha muito grande. Quando ele a deu a Das Goswami, que nos últimos anos tomava apenas leitelho, Das Goswami perguntou-lhe: “Onde você conseguiu essa grande tigela de folha?” O servo era um Vaisnava de coração simples e disse: “Eu passei em Sakhi Sthali, e lá eu vi essa folha e peguei um pouco de soro de leite para você dentro dela.” “Huh! Você me deu uma tigela de folha de Sakhi Sthali?!” Então Das Goswami a jogou no chão! Através desse Passatempo, podemos ver o quanto ele é dedicado à linha de Lalita Devi e Rupa Goswami.

sakhī-sthalī nāhi heri nayane
dekhile śaibyāke paḍaye mane
(Saranagati: 28,3)

[“Eu nunca lanço meu olhar para Sakhī Sthalī. Se eu vejo esse lugar, me lembro de Śaibyā (amiga e seguidora de Chandravali).”]

ye ye pratikūla chandrāra sakhī
prāṇe duḥkha pāi tāhāre dekhi’ [4] 

[“Sinto dor no coração sempre que vejo algumas das desfavoráveis amigas de Chandravali.”]

Essa é a canção muito exclusiva de Srila Bhakti Vinod Thakur sobre a linha de Sri Rupa Goswami, Radharani e Lalita Devi.

Todos os dias são feitos novos arranjos para o desfrute de Radha e Govinda. Em diferentes lugares da floresta em meio a árvores floridas, são feitos arranjos para os kunja-lilas de Radha e Govinda. Lalita Devi dá todas as instruções para isso e também diz a Krishna onde as reuniões festivas estão sendo organizadas. Então Krishna vai lá para encontrar Radharani. Desta forma, Lalita Devi organiza tudo, antes, durante e depois. Ela está constantemente consciente sobre o serviço de Radha e Govinda.

Hoje é o dia do aparecimento de Lalita Devi. Sabemos que Lalita Devi nasceu em Uchcha Gao, perto de Vrsabhanupur, Varsana. Lalita Devi é um pouco mais velha que Radharani. Eu acho que ela apareceu um ano e um dia antes de Radharani.

A forma suprema de serviço a Krishna é o amor de amante. Amor, afeição, beleza, charme e assim por diante—tudo—são encontrados no serviço de Krishna, mas o amor de amante é o mais saboroso para Krishna. Por essa razão, Radharani mostra que ela tem um marido, Abhimanyu Ghos. Lalita Devi e as outras também têm maridos. Se não o fizessem, o amor de amante não existiria na morada transcendental do Senhor Krishna.

Não estamos qualificados para falar sobre o serviço que Radharani e as sakhis oferecem a Krishna ou como elas o oferecem, mas os Vaisnavas disseram algo sobre isso nas escrituras. Tantos poemas foram escritos na literatura Vaisnava sobre isso, e os poetas deram honra suprema a Lalita Devi.

chandidasa, vidyapati rayera nataka-giti
karnamrta, sri-gita-govinda
svarupa-ramananda-sane mahaprabhu ratri-dine
gaya, sune—parama ananda
(Sri Chaitanya-charitamrta: Madhya-lila, 2.77)

Todas as noites, Sriman Mahaprabhu provou o êxtase do amor de amante por Krishna. Svarup Damodar cantou canções de Chandi Das, Vidyapati, Ramananda Ray e Jayadev Goswami. Estas composições são todas feitas por uma montanha de dedicação em amor de amante. Jayadev Goswami escreveu:

meghaih meduram ambaram vana-bhuvah syamah tamala-drumaih
naktam bhiruh ayam tvam eva tat imam radhe grham prapaya
ittham nanda-nidesatah chalitayoh praty-adhva-kunja-drumam
radha-madhavayoh jayanti yamuna-kule rahah-kelayah
(Sri Gita-Govinda: 1.1)

[“’Radha, o céu está cheio de nuvens. A floresta foi lançada na escuridão pelas árvores tamal. Ele é recatado à noite. Então, leve-o para casa sozinha.’ Assim, aconselhados por sua amiga, Radha e Madhava passaram por todos os arbustos e árvores ao longo do caminho. Seus Passatempos confidenciais ao longo da margem do Yamuna a tudo conquistam.”]

Os raha-keli [Passatempos confidenciais] de Radha e Krishna são a super expressão do amor de amante, mas todo o arranjo para isso é feito por Lalita Devi [‘amiga Deles’] dentro da sociedade de Radharani. Na sociedade de Chandravali, Saibya, uma sakhi de Chandravali e seu grupo fazem arranjos e às vezes roubam Krishna quando Ele está na estrada. Krishna frequentemente vai ao kunja de Radharani, mas Chandravali também é muito inteligente, e ela pega a mão de Krishna enquanto Ele caminha em direção a Radharani e diz: “Venha para o meu kunja”. Krishna esboça  alguma expressão, mas não dá uma explicação satisfatória. Então Krishna vai para o kunja de Chandravali, e Radharani chora em Seu kunja. Assim, diferentes tipos de Passatempos de Radha e Krishna acontecem no Vrindavan-lila.

Nós somos tão afortunados que hoje tivemos um pequeno festival, e o quanto foi possível por mim, eu tentei glorificar Lalita Devi. Eu acho que ela não vai ficar com raiva de mim, e pela graça de Srila Guru Maharaj, um dia teremos a oportunidade de servir sua graça divina.

Jay Om Visnupad Srila Bhakti Raksak Sridhar Dev-Goswami Maharaj ki jay!

Falado em 20 de setembro de 2004.

Fonte: https://premadharma.org/lalita-devis-glory/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s