Aparecimento de Srimati Radharani

Śrī Rādhāṣtamī, 2004. Por Śrīla Bhkati Sudhir Goswāmī Mahārāj. Soquel, USA.
Sripad_BhaktiSudhir_Goswami_Maharaja_ki_Jaya
Porque Śrīla Gurudev nos pediu para falar algo devemos falar. Mas isso não quer dizer que sabemos qualquer coisa sobre esse assunto, mas escutando algo dele, de Śrīla Guru Mahārāj e de nosso Guru-varga, podemos nos esforçar em dizer algo.
Śrīla Guru Mahārāj explicando o Śrī Śrī Gurvāṣṭakam de Śrīla Viśvanāth Chakravartī Ṭhākur, citou o verso:

sākṣād-dharitvena samasta-śāstrair
uktas tathā bhāvyata eva sadbhiḥ
kintu prabhor yaḥ priya eva tasya
vande guroḥ śrī-caraṇāravindam
[7]

[“Eu adoro os pés de lótus de Śrī Gurudev. Embora ele seja o amado servo do Senhor, todas as escrituras dizem, e todos os sādhus sentem, que ele é diretamente o próprio Senhor.”]

No começo de nossa relação com a consciência de Kṛṣṇa, estamos enamorados e focados em Kṛṣṇa, e nós não apreciamos tanto, ou compreendemos o devoto. Mas à medida que nossa visão fica mais refinada, e somos colocados sob a liderança de um servidor superior, então uma mudança irá ocorrer para Prabhu-priyā, aquele que é o mais querido de Kṛṣṇa.

Nós escutamos Śrīla Guru Mahārāj contar tantas vezes a história do Vraja Maṇḍal Parikramā, que quando Śrīla Saraswatī Ṭhākur e seu grupo chegaram ao Rādhā Kuṇḍa, um de seus discípulos, Paramānanda Prabhu percebeu que o Mahārāj de Bharatpur e sua família estavam prestando seus daṇḍavat em volta do Rādhā e do Śyām Kuṇḍa, e ele disse a Saraswatī Ṭhākur: “Eles têm tanta apreciação por Rādhārāṇī”, e ele estava surpreso com aquilo. Mas a resposta de Śrīla Saraswatī Ṭhākur foi mais surpreendente: “É, eles têm apreciação por ela, mas há uma grande diferença entre a concepção deles e a nossa; eles estão adorando Rādhārāṇī porque ela é querida de Kṛṣṇa. Kṛṣṇa está na posição principal, e ela, numa posição secundária. Mas em nossa consideração, Rādhārāṇī está na posição principal, e só por causa dela, nós temos alguma coisa com Kṛṣṇa. Então Ele está na posição secundária.”

Ele se revelou cem por cento servidor exclusivo de Rādhārāṇī na linha de Rādhā-dāsyam, como Śrīla Gurudev estava indicando ao citar o prayojan-tattva Āchārya, Śrīla Raghunāth Das Goswāmī. Ele indica qual a meta última dos Gauḍīya–vaiṣṇavas, e ele deu expressão a isso em sua oração. E Śrīla Guru Mahārāj disse que quando Śrīla Saraswatī Ṭhākur escutava essa oração, seu rosto ficava como o de um fantasma, ele se transformava. Apesar de sempre escutarmos que qualquer emoção que vinha, ele meticulosamente removia uma lágrima, ou que ele não dava vazão a qualquer emoção. Mas às vezes, ao cantar esta oração, ele chorava e soluçava descontroladamente. E Śrīla Guru Mahārāj fala que nela Śrīla Dās Goswāmī expressa nossa aspiração última.

āśā-bharair amṛta-sindhu mayaiḥ kathañchit
kālo mayāti-gamitaḥ kila sāmprataṁ hi
tan chet kṛpāṁ mayi vidhāsyasi naiva kiṁ me
prāṇair vraje na cha varoru bakāriṇāpi

[Vilāpa-kusumāñjaī:102]

E aqui não é só a posição dela que é indicada como suprema, mas por extrapolação podemos entender a posição de Śrī Guru, nosso Gurudev. […] A única coisa que está mantendo minha vida, é a aspiração pelo serviço aos seus pés de lótus. E nessa oração ele diz: esta aspiração mantém minha vida, sem a qual, se eu não tenho essa aspiração pelo serviço, então qual o valor da minha vida? E qual o valor daquilo que é mais valioso que minha própria vida? Então Vraja, Vṛndāvan , não têm nenhum sentido pra mim também. E aí ele diz, “eu sei que é uma coisa vergonhosa de dizer, mas até Kṛṣṇa não tem apelo para mim sem você.” Uma vez Śrīla Guru Mahārāj disse: “Kṛṣṇa é uma coisa pavorosa, bakāriṇāpi, sem você.

Então transferindo isso para o que é relevante e tangível para nós, sem Śrīla Gurudev e o serviço de seus pés de lótus, qual o significado da assim chamada consciência de Kṛṣṇa. Nós não temos acesso direto a essas coisas. Estamos aspirando pelo serviço, ao serviço do servo de Kṛṣṇa. E nós não nos vemos como devotos. […] E naquela canção, Chakravartī Ṭhākur diz: a mudança vai acontecer e nós vamos realmente entender que o vaiṣṇava é tudo. Tudo deve ser realizado aos pés de lótus de Śrī Guru e no serviço a estes pés de lótus. Estamos todos felizes por estar aqui celebrando o aparecimento da Ujjvala-rasa Āchārya, Śrīmatī Rādhārāṇī, de sua delegação personificada, Śrīla Bhakti Sundar Govinda Dev-Goswāmī Mahārāj belamente enriquecido com as qualidades, e humor de serviço. E na verdade tudo brotou de seu foco exclusivo no serviço aos pés de lótus de seu Gurudev. Esse templo aqui, Śrīla Gurudev vai dar os créditos aos devotos, e claro, eles o merecem, mas se nós os perguntarmos, eles dirão que Śrīla Gurudev é a fonte de suas inspirações, a cadeira napoleônica!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s